Educação Patrimonial

O projeto Educação Patrimonial Participativa cria espaços para reflexão, qualificação e fortalecimento dos fazeres de comunidades escolares e agentes culturais voltados a salvaguarda e transmissão de patrimônios locais. Por meio de oportunidades formativas, fomenta ações colaborativas artísticas, de comunicação e mobilização social para o incremento da memória comunitária.

O projeto faz parte do Programa Conexão Comunidade, que é focado em atividades que aliam educação e cultura para o desenvolvimento local das comunidades alcançadas pela VLI Logística.

Colagem digital. No fundo, à esquerda, um círculo menor azul se encontra com um círculo maior rosa, à direita. Na parte superior à esquerda da colagem, foto em preto e branco de uma menina. A menina veste saia longa e blusa, a farda de seu terno de congada. Ela está encostada em uma série de cartazes afixados na parede. Na parte inferior esquerda da colagem, ilustração em traços azuis de um casal de pé em movimento. O casal dança samba de roda. No centro da colagem, na parte superior, ilustração em traços azuis de um casal ajoelhado celebrando com as mãos para cima, movimento da Puxada de Rede. À direita, na parte inferior da colagem, fotografia em preto e branco de um grupo de pessoas. Dois rapazes e uma senhora. Eles estão em pé, lado a lado, de perfil. Eles vestem calças, blusas de manga longa e turbantes na cabeça, fardamento de seu terno de moçambique.

Ele é organizado em duas frentes:

Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento

Essa frente é endereçada a educadores, alunos, comunidades escolares e facilitadores envolvidos com a temática do patrimônio cultural em seus territórios. São oportunidades formativas e de qualificação remotas voltadas à educação patrimonial e à educomunicação, organizada em dois cursos um homônimo para professores, ou facilitadores e outro, o Laboratório de cultura e design colaborativo, para alunos.


Mapeando Matozinhos

Realização de atividades de registro, valorização e disseminação da história e do patrimônio cultural de Matozinhos (MG). Essa frente propõe ações coletivas de mapeamento e difusão da memória da comunidade e a criação de espaços de exposição e visibilidade das produções colaborativas.

O Projeto Educação Patrimonial Participativa, número de Pronac: 193894 é executado pela Agência de Iniciativas Cidadãs, patrocinado pela VLI e realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Materiais de multiplicação

Banner digital ilustrado. Sobre fundo azul estão à esquerda e ao centro, textos. À direita, colagem digital. Na parte superior esquerda, texto menor escrito em azul claro “Edital de seleção de educadores para o curso”. Na parte inferior esquerda, texto um pouco maior escrito em azul claro “Inscrições abertas de primeiro à onze de junho”. O texto ao centro ainda maior, escrito em azul claro, “Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento”. Na colagem digital, um círculo azul claro ao fundo. Sobre o círculo, fotografia em preto e branco de um menino de costas. O menino veste blusa de moletom com capuz. Ele segura um canetão na mão direita. Na parte superior ao centro do círculo azul claro, ilustração de três pequenas bandeirolas rosas. Na parte superior à esquerda do círculo azul, ilustração em traços azuis de um tambor com duas baquetas. Na parte inferior esquerda do círculo, ilustrações em traços rosas de um ramo de folhas. À esquerda do círculo azul, fotografia em preto e branco de um homem de pé. Ele veste uma túnica longa. Na mão direita, o homem segura um cetro com uma cruz no topo. Sobre seu rosto e cabeça, há uma máscara com uma coroa. São a vestimenta e adereços do Reisado.

Se esse patrimônio fosse meu - Relato de Experiências

Publicação para multiplicação de um compilado das experiências de educação patrimonial realizadas no projeto, sendo uma referência metodológica para futuras iniciativas semelhantes.

Banner digital ilustrado. Sobre fundo azul estão à esquerda e ao centro, textos. À direita, colagem digital. Na parte superior esquerda, texto menor escrito em azul claro “Edital de seleção de educadores para o curso”. Na parte inferior esquerda, texto um pouco maior escrito em azul claro “Inscrições abertas de primeiro à onze de junho”. O texto ao centro ainda maior, escrito em azul claro, “Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento”. Na colagem digital, um círculo azul claro ao fundo. Sobre o círculo, fotografia em preto e branco de um menino de costas. O menino veste blusa de moletom com capuz. Ele segura um canetão na mão direita. Na parte superior ao centro do círculo azul claro, ilustração de três pequenas bandeirolas rosas. Na parte superior à esquerda do círculo azul, ilustração em traços azuis de um tambor com duas baquetas. Na parte inferior esquerda do círculo, ilustrações em traços rosas de um ramo de folhas. À esquerda do círculo azul, fotografia em preto e branco de um homem de pé. Ele veste uma túnica longa. Na mão direita, o homem segura um cetro com uma cruz no topo. Sobre seu rosto e cabeça, há uma máscara com uma coroa. São a vestimenta e adereços do Reisado.

Diagnóstico colaborativo de Matozinhos

Publicação que traz imagens e textos com o registro de parte dos saberes, fazeres e manifestações culturais de Matozinhos (MG), que fazem parte desse amplo universo de riquezas culturais locais.

Se esse patrimônio fosse meu


Programa de formação para educadores

Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento é um curso para professores, facilitadores e mediadores que já trabalham, ou desejam trabalhar com educação patrimonial e estão em busca de alternativas e ferramentas que qualifiquem as discussões com os alunos e ajudem a estruturar um caminho de aprendizagem efetivo sobre o tema.

O curso é digital e organizado em três módulos que contam com vídeos, artigos, exercícios, aulas síncronas de abertura dos módulos e proposição de atividades e projetos que podem ser realizados remota ou presencialmente com os estudantes.

Colagem digital. No fundo, na parte superior à esquerda, um círculo maior azul se encontra com um círculo menor rosa, na parte inferior à direita. Sobre o círculo azul, foto em preto e branco de um grupo de adolescentes fazendo poses. Um garoto e quatro garotas de pé, lado a lado. Eles vestem calças jeans e blusas brancas de uniforme da mesma escola. No centro da colagem, na parte inferior, ilustrações apenas em traços azuis de um grupo de pessoas. Duas senhoras e um menino, de pé, dançam em roda. Um senhor sentado ao fundo toca um tambor. Nas bordas, dois ramos de folhas e um pé de mandioca, desenhados com traços rosas. Á direita da colagem, recorte de fotografia em preto e branco. A mão de uma senhora com anel no dedo médio segura um cajado retorcido. Sobre o pulso, ilustrações em traços azuis e rosas de ramos de folhas.

Laboratório de cultura e design colaborativo

Voltado especialmente para estudantes do ensino fundamental, o Laboratório de cultura e design colaborativo, disponibiliza conteúdos e materiais autogestionados sobre identidade, memória, território e patrimônio cultural.

Acesse aqui o conteúdo completo do laboratório. Você vai encontrar videoaulas sobre técnicas artísticas e de comunicação de baixo custo para fazer sozinho em casa, compartilhando os desafios com outras pessoas pela tela do computador ou celular, ou ainda com a turma reunida. São desafios interessantes para os pequenos de qualquer idade e para os médios e grandes também. Você vai encontrar ainda o guia “Diário do Explorador” para descobrir mais sobre sua história, as histórias dos lugares e das comunidades e das culturas que estão a sua volta.

Escolha a categoria:
Colagem digital. No fundo, à esquerda, um círculo maior azul se encontra com um círculo menor rosa, à direita. Sobre o círculo azul, fotografia em preto e branco de três senhores sentados lado a lado. Eles vestem camisas de botão e calças sociais. O senhor à esquerda toca caixa. O senhor do meio toca cavaquinho. O senhor da direita, toca viola caipira. Nas bordas da fotografia, ilustrações em traços rosas de ramos de flores. Na parte inferior ao centro da colagem, ilustração em traços azuis de dois capoeirista de pé, lado a lado. O capoeirista da esquerda toca pandeiro. O capoeirista da direita toca berimbau. Na parte superior à direita da colagem, fotografia em preto e branco de uma mão. A mão segura com as pontas dos dedos um ramo de flores pequenas. Sobre as costas da mão, ilustração em traços azuis de um ramo de folhas. Na borda inferior do círculo rosa, ilustração em traços azuis de uma margarida.

Mapeando Matozinhos


Pesquisa a respeito das expressões, iniciativas de cultura popular, de elementos e tradições que compõem o patrimônio cultural de Matozinhos (MG).

O trabalho de pesquisa e registro é feito colaborativamente com os sujeitos detentores da cultura local, por meio de atividades de mapeamento e difusão de seus fazeres e saberes propostas pelo Diagnóstico Colaborativo de Matozinhos (MG).

A partir do mapeamento, serão criados projetos expográficos em meios físicos e digitais que reúnem e difundem essas pesquisas e registros entre os moradores.

Portfólio | Galeria do ateliê

Acesse aqui a edição virtual das produções realizadas junto aos Agentes Culturais de Matozinhos.

Escolha a categoria:
Todos Imagem Documento PDF Áudio Videoaula

Conta pra gente

Quer contar pra gente o que achou dos conteúdos que encontrou por aqui, nos mostrar algo que desenvolveu a partir deles, tirar dúvidas ou dar alguma sugestão, é só mandar uma mensagem por um de nossos canais:

Colagem digital. No fundo, à esquerda, um círculo menor azul se encontra com um círculo maior rosa, à direita. Sobre o círculo azul, fotografia em preto e branco de um menino de costas. O menino veste blusa de moletom com capuz. Ele segura um canetão na mão direita. Na parte superior do círculo azul, ilustração de três pequenas bandeirolas rosas. Na parte inferior do círculo azul ilustração em traços rosas de três senhoras, da cintura para cima. Elas usam turbantes nas cabeças, blusas e tecidos enrolados sobre as blusas. Ao centro da colagem, fotografia em preto e branco de uma adolescente. Ela segura com as duas mãos um ramo de flores pequenas. Na borda da foto, acima à esquerda, ilustração em traços rosas de um ramo de flores. Na borda da foto, abaixo à esquerda, ilustração em traços azuis de um tambor. Na borda da foto, acima à direita, ilustração de três pequenas bandeirolas azuis. Na borda da foto, abaixo à direita, ilustração em traços azuis de outro tambor. Na parte inferior direita da colagem, fotografia em preto e branco de um homem de pé. Ele veste uma túnica longa. Na mão esquerda, o homem segura um cetro com uma cruz no topo. Sobre seu rosto e cabeça, há uma máscara com uma coroa. São a vestimenta e adereços do Reisado.

O projeto Educação Patrimonial Participativa cria espaços para reflexão, qualificação e fortalecimento dos fazeres de comunidades escolares e agentes culturais voltados a salvaguarda e transmissão de patrimônios locais. Por meio de oportunidades formativas, fomenta ações colaborativas artísticas, de comunicação e mobilização social para o incremento da memória comunitária.

O projeto faz parte do Programa Conexão Comunidade, que é focado em atividades que aliam educação e cultura para o desenvolvimento local das comunidades alcançadas pela VLI Logística.

Colagem digital. No fundo, à esquerda, um círculo menor azul se encontra com um círculo maior rosa, à direita. Na parte superior à esquerda da colagem, foto em preto e branco de uma menina. A menina veste saia longa e blusa, a farda de seu terno de congada. Ela está encostada em uma série de cartazes afixados na parede. Na parte inferior esquerda da colagem, ilustração em traços azuis de um casal de pé em movimento. O casal dança samba de roda. No centro da colagem, na parte superior, ilustração em traços azuis de um casal ajoelhado celebrando com as mãos para cima, movimento da Puxada de Rede. À direita, na parte inferior da colagem, fotografia em preto e branco de um grupo de pessoas. Dois rapazes e uma senhora. Eles estão em pé, lado a lado, de perfil. Eles vestem calças, blusas de manga longa e turbantes na cabeça, fardamento de seu terno de moçambique.

Ele é organizado em duas frentes:

Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento

Essa frente é endereçada a educadores, alunos, comunidades escolares e facilitadores envolvidos com a temática do patrimônio cultural em seus territórios. São oportunidades formativas e de qualificação remotas voltadas à educação patrimonial e à educomunicação, organizada em dois cursos um homônimo para professores, ou facilitadores e outro, o Laboratório de cultura e design colaborativo, para alunos.


Mapeando Matozinhos

Realização de atividades de registro, valorização e disseminação da história e do patrimônio cultural de Matozinhos (MG). Essa frente propõe ações coletivas de mapeamento e difusão da memória da comunidade e a criação de espaços de exposição e visibilidade das produções colaborativas.

O Projeto Educação Patrimonial Participativa, número de Pronac: 193894 é executado pela Agência de Iniciativas Cidadãs, patrocinado pela VLI e realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Materiais de multiplicação

Banner digital ilustrado. Sobre fundo azul estão à esquerda e ao centro, textos. À direita, colagem digital. Na parte superior esquerda, texto menor escrito em azul claro “Edital de seleção de educadores para o curso”. Na parte inferior esquerda, texto um pouco maior escrito em azul claro “Inscrições abertas de primeiro à onze de junho”. O texto ao centro ainda maior, escrito em azul claro, “Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento”. Na colagem digital, um círculo azul claro ao fundo. Sobre o círculo, fotografia em preto e branco de um menino de costas. O menino veste blusa de moletom com capuz. Ele segura um canetão na mão direita. Na parte superior ao centro do círculo azul claro, ilustração de três pequenas bandeirolas rosas. Na parte superior à esquerda do círculo azul, ilustração em traços azuis de um tambor com duas baquetas. Na parte inferior esquerda do círculo, ilustrações em traços rosas de um ramo de folhas. À esquerda do círculo azul, fotografia em preto e branco de um homem de pé. Ele veste uma túnica longa. Na mão direita, o homem segura um cetro com uma cruz no topo. Sobre seu rosto e cabeça, há uma máscara com uma coroa. São a vestimenta e adereços do Reisado.

Se esse patrimônio fosse meu - Relato de Experiências

Publicação para multiplicação de um compilado das experiências de educação patrimonial realizadas no projeto, sendo uma referência metodológica para futuras iniciativas semelhantes.

Banner digital ilustrado. Sobre fundo azul estão à esquerda e ao centro, textos. À direita, colagem digital. Na parte superior esquerda, texto menor escrito em azul claro “Edital de seleção de educadores para o curso”. Na parte inferior esquerda, texto um pouco maior escrito em azul claro “Inscrições abertas de primeiro à onze de junho”. O texto ao centro ainda maior, escrito em azul claro, “Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento”. Na colagem digital, um círculo azul claro ao fundo. Sobre o círculo, fotografia em preto e branco de um menino de costas. O menino veste blusa de moletom com capuz. Ele segura um canetão na mão direita. Na parte superior ao centro do círculo azul claro, ilustração de três pequenas bandeirolas rosas. Na parte superior à esquerda do círculo azul, ilustração em traços azuis de um tambor com duas baquetas. Na parte inferior esquerda do círculo, ilustrações em traços rosas de um ramo de folhas. À esquerda do círculo azul, fotografia em preto e branco de um homem de pé. Ele veste uma túnica longa. Na mão direita, o homem segura um cetro com uma cruz no topo. Sobre seu rosto e cabeça, há uma máscara com uma coroa. São a vestimenta e adereços do Reisado.

Diagnóstico colaborativo de Matozinhos

Publicação que traz imagens e textos com o registro de parte dos saberes, fazeres e manifestações culturais de Matozinhos (MG), que fazem parte desse amplo universo de riquezas culturais locais.

Se esse patrimônio fosse meu

Colagem digital. No fundo, na parte superior à esquerda, um círculo maior azul se encontra com um círculo menor rosa, na parte inferior à direita. Sobre o círculo azul, foto em preto e branco de um grupo de adolescentes fazendo poses. Um garoto e quatro garotas de pé, lado a lado. Eles vestem calças jeans e blusas brancas de uniforme da mesma escola. No centro da colagem, na parte inferior, ilustrações apenas em traços azuis de um grupo de pessoas. Duas senhoras e um menino, de pé, dançam em roda. Um senhor sentado ao fundo toca um tambor. Nas bordas, dois ramos de folhas e um pé de mandioca, desenhados com traços rosas. Á direita da colagem, recorte de fotografia em preto e branco. A mão de uma senhora com anel no dedo médio segura um cajado retorcido. Sobre o pulso, ilustrações em traços azuis e rosas de ramos de folhas.

Programa de formação para educadores

Se esse patrimônio fosse meu: educação patrimonial e pertencimento é um curso para professores, facilitadores e mediadores que já trabalham, ou desejam trabalhar com educação patrimonial e estão em busca de alternativas e ferramentas que qualifiquem as discussões com os alunos e ajudem a estruturar um caminho de aprendizagem efetivo sobre o tema.

O curso é digital e organizado em três módulos que contam com vídeos, artigos, exercícios, aulas síncronas de abertura dos módulos e proposição de atividades e projetos que podem ser realizados remota ou presencialmente com os estudantes.

Laboratório de cultura e design colaborativo

Voltado especialmente para estudantes do ensino fundamental, o Laboratório de cultura e design colaborativo, disponibiliza conteúdos e materiais autogestionados sobre identidade, memória, território e patrimônio cultural.

Acesse aqui o conteúdo completo do laboratório. Você vai encontrar videoaulas sobre técnicas artísticas e de comunicação de baixo custo para fazer sozinho em casa, compartilhando os desafios com outras pessoas pela tela do computador ou celular, ou ainda com a turma reunida. São desafios interessantes para os pequenos de qualquer idade e para os médios e grandes também. Você vai encontrar ainda o guia “Diário do Explorador” para descobrir mais sobre sua história, as histórias dos lugares e das comunidades e das culturas que estão a sua volta.

Mapeando Matozinhos

Colagem digital. No fundo, à esquerda, um círculo maior azul se encontra com um círculo menor rosa, à direita. Sobre o círculo azul, fotografia em preto e branco de três senhores sentados lado a lado. Eles vestem camisas de botão e calças sociais. O senhor à esquerda toca caixa. O senhor do meio toca cavaquinho. O senhor da direita, toca viola caipira. Nas bordas da fotografia, ilustrações em traços rosas de ramos de flores. Na parte inferior ao centro da colagem, ilustração em traços azuis de dois capoeirista de pé, lado a lado. O capoeirista da esquerda toca pandeiro. O capoeirista da direita toca berimbau. Na parte superior à direita da colagem, fotografia em preto e branco de uma mão. A mão segura com as pontas dos dedos um ramo de flores pequenas. Sobre as costas da mão, ilustração em traços azuis de um ramo de folhas. Na borda inferior do círculo rosa, ilustração em traços azuis de uma margarida.

Pesquisa a respeito das expressões, iniciativas de cultura popular, de elementos e tradições que compõem o patrimônio cultural de Matozinhos (MG).

O trabalho de pesquisa e registro é feito colaborativamente com os sujeitos detentores da cultura local, por meio de atividades de mapeamento e difusão de seus fazeres e saberes propostas pelo Diagnóstico Colaborativo de Matozinhos (MG).

A partir do mapeamento, serão criados projetos expográficos em meios físicos e digitais que reúnem e difundem essas pesquisas e registros entre os moradores.

Portfólio | Galeria do ateliê

Acesse aqui a edição virtual das produções realizadas junto aos Agentes Culturais de Matozinhos.

Escolha a categoria:
Todos Imagem Documento PDF Áudio Videoaula

Conta pra gente

Colagem digital. No fundo, à esquerda, um círculo menor azul se encontra com um círculo maior rosa, à direita. Sobre o círculo azul, fotografia em preto e branco de um menino de costas. O menino veste blusa de moletom com capuz. Ele segura um canetão na mão direita. Na parte superior do círculo azul, ilustração de três pequenas bandeirolas rosas. Na parte inferior do círculo azul ilustração em traços rosas de três senhoras, da cintura para cima. Elas usam turbantes nas cabeças, blusas e tecidos enrolados sobre as blusas. Ao centro da colagem, fotografia em preto e branco de uma adolescente. Ela segura com as duas mãos um ramo de flores pequenas. Na borda da foto, acima à esquerda, ilustração em traços rosas de um ramo de flores. Na borda da foto, abaixo à esquerda, ilustração em traços azuis de um tambor. Na borda da foto, acima à direita, ilustração de três pequenas bandeirolas azuis. Na borda da foto, abaixo à direita, ilustração em traços azuis de outro tambor. Na parte inferior direita da colagem, fotografia em preto e branco de um homem de pé. Ele veste uma túnica longa. Na mão esquerda, o homem segura um cetro com uma cruz no topo. Sobre seu rosto e cabeça, há uma máscara com uma coroa. São a vestimenta e adereços do Reisado.

Quer contar pra gente o que achou dos conteúdos que encontrou por aqui, nos mostrar algo que desenvolveu a partir deles, tirar dúvidas ou dar alguma sugestão, é só mandar uma mensagem por um de nossos canais:

Skip to content